Logo: O Caderno de Aimé-Adrien Taunay - Histórias, descobertas e percursos
realização: Logo: IHF - Instituto Hercules Florence
apoio: Logo: Museu Paulista
Logo: O Caderno de Aimé-Adrien Taunay - Histórias, descobertas e percursos
Detalhe da primeira página do manuscrito de Aimé-Adrien Taunay - Acervo Museu Paulista da USP (São Paulo)
Detalhe da primeira página do manuscrito de Aimé-Adrien Taunay - Acervo Museu Paulista da USP (São Paulo)

APRESENTAÇÃO

Este projeto é resultado de parceria entre o Museu Paulista da Universidade de São Paulo e o Instituto Hercule Florence, iniciada em 2011 com a digitalização e o restauro do manuscrito "Caderno de notas de Amado Adriano Taunay...", pertencente ao acervo do MPUSP

O documento original encontrava-se bastante fragilizado, mas após cuidadosas intervenções de conservação e restauro empreendidas no Laboratório de Conservação e Restauro Edson Motta (SENAI) e no Laboratório de Conservação de Papel do Museu Paulista foi possível deter sua degradação física e assegurar sua preservação para as gerações futuras. Paralelamente, o texto foi transcrito e traduzido para que seu conteúdo pudesse ser plenamente acessível.

No início de 2015 abriu-se uma nova perspectiva de pesquisa: a possibilidade de leitura da escrita a lápis que se encontrava oculta sob a tinta ferrogálica. As técnicas de digitalização com infravermelho utilizadas pelo Núcleo de Pesquisa de Física Aplicada ao Estudo do Patrimônio Artística e Histórico do Instituto de Física da USP (NAP-FAEPAH) revelaram então uma nova camada de registros sobre a História do Brasil no século XIX.

Este processo inédito agora está disponibilizado a todos os interessados.

realização:
IHF Museu Paulista
parceria:
USP IFUSP - Instituto de Física da USP NAP - FAEPH